12.9.16

greek migraine

não consigo senão
imaginar platão
morando na protásio ruidosa
sua república traduzida
na surdina estrebuchada
em buzina, freio e pistão
em filas de ônibus isoladas
as vias duplas para carros apressados
competindo em decibéis
as calçadas mirradas
redutivo e indiferente
atento senão somente
à sua decepção com o som
suas idéias espelhavam-se
num olímpo de silêncio
'eu n consigo pensar assim',
diria ele ao pé da porta
o pensamento interrompido
com o queixo na mão
o estrondo e o clarão
acidente na vicente
um de ré na contramão
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Nenhum comentário: