8.2.15

on the road

de volta do meu primeiro show pago!
neste finde tive o prazer de acompanhar, ao teclado, uma lenda viva do punk brasileiro numa trip de van até uma pequena cidade-balneário de santa catarina. rolou uma van, dividida com outros músicos + tecnicos de som e luz, onde passamos a maior parte do tempo consumindo substâncias lícitas (ou quase), ouvindo cumbia ou assistindo dvds do iggy pop e white stripes (rip), rolou um jantar justíssimo, rolou um hotel justíssimo, rolou um show cuja qualidade paira entre o bizarro e o muito bom, rolou uma volta com vários planejamentos e enfim. infelizmente não pude tirar uma fotografia sequer em virtude do destroçamento interno do meu querido telephone.

o homem é uma escola técnica do que quero fazer da minha vida.

estou tentando não matar as aulas.

adeus entao

2.2.15

curitiba

explodi meu telefone. por dentro.
estou em curitiba, sem camera e sem facebook, na vdd indo embora, sem fotos e dependendo de mapas para encontrar o aeroporto daqui a pouco

aqui é assim:

tem vários livros em todos os lugares, de tudo que é tipo pra tudo que é todos
eles tb emprestam livros no café - onde comprei um leminski mto loco chamado ensaios/anseios APENAS
n achei o dalton trevisan na rua
fui a um casamento

primeira vez que um amigo meu se casa na lei de deus
foi genial

curitiba é uma mistura de porto alegre com serra gaúcha
então ja que n disponho de fotos (como se em algum momento) imagine porto alegre onde, ao sair uns 10 min pra longe da salgado vc chega num bairro que se parece mto com garibaldi.
a ópera de arame é realmente genial, embora n seja uma opera (mas sim uma casa para, entre outras coisas, óperas) e n seja de arames

fiquei num hostel lindo e fiz amigos de hostel legais

no que eu voltar mudo de vida
mais uma vez
pra melhor