4.12.14

O meu referencial de amor

O meu referencial de amor, que dor, se foi - a minha cama amanheceu vazia, amparada pela luz de um meio dia que  anos havia te via despertar (solene e doce).

o substrato dessa linda poesia me deixou, linha por linha até que não restasse mais nada do que sou

As vezes tudo o que quero é o som da chuva forte pra retardar o silêncio opressor do pensamento.

Mas n hj

31.10.14

and as a gag

we're all fucked up

16.10.14

finalmente um aceno

olá,

(hoje,) rapidinhas. (com emphase na pontuação)

o menu iniciar do windows 8 é tão tenso que, pela primeira vez, prefiro ícones na área de trabalho.
sumi e voltei com ele. meu app do netflix n fumciona. #servepraque

a brisa é fresca porque choveu pedras que invadiram minha sala de estar (que é a mesma que o meu quarto), levando-me ao rodo às 3:20 (rezando pra que fosse 4) de uma casa já (mal) faxinada acerca de horas antes. leve, embora carregada (de significado?). hoje o céu está prateado (como o surfista). acordei cedo e obcecado (palavra que odeio pq dificílima graphia), cravejado de dor de cabeça oriunda das vias oculares, que tão logo acordei foram embebidas no frasco de soro fisiológico. marquei 4 horas de estúdio semana que vem. se pá 6. se pá as últimas antes da master. ou não. meus instrumentos estão por aí, por todo lugar, mas não pego nenhum. sento, volto aos textos. tanta coisa pra dizer sobre tudo, como sempre, mas ao mesmo tempo, tanta vontade de ignorar tudo e todos e viver numa ilha particular (que na verdade venho projetando a alguns anos. ela recebe o nome de santa luzia, fica na porção africana do oceano atlântico, e recebe esse nome por causa de santa luzia, a santa que curou umas visões prejudicadas ae, e sem soro. o lugar tem outras particularidades qeu um dia posto aqui) onde, de período em período, eu receberia amigos íntimos, visitantes e outras pessoas cansadas das mazelas continentais.

o que dizer das eleições, por exemplo, pra começar por algo inestimável a qualquer leitor? aílma e décio, o que todos sabiam que aconteceria desde que ambos se candidataram. houveram os que temeram marina, e em 2014, 10 anos depois de eu ter acesso à banda larga (embora rapeize já tivesse), viu-se que a internet pode ser uma ferramenta de uso empírico (quando em conjunção com outros meios de comunicação, como a tv por ex) quanto um oceano de aleatoriedade (algoritmo aqui). houve mais destaque para todos os candidatos (pela primeira vez lembramos o nome de todos? eduardo jorge, levy fidelix, luciana genro, pastor everaldo, marina, dilmao e cherécio.
meu comentário sobre as eleições não me diz muito sobre política, necessariamente. mas claro que falar de política necessariamente remonta/projeta/está imbuído de imposição discursiva/ideológica/plurissignificativa/decentralizada/pós-moderna (definição de pós moderno: um gay casado com uma lésbica, organge is the new black? hahahahaha), mas aí deixo esse comentário pro leitor. meu comentário sobre as eleições é mais sobre o poder combativo do discuros que se apóia em figuras (auto)pré-eleitas a darem vazão (literalmente) para um debate-inundamento de um vazamento de experiência contida num container de esquecimento e dessensorialização.
é claro que eu não queria falar nesses termos, mas tenho achado que, ultimamente, tem faltado seriedade na minha vida. experiência. dessensorialização. discurso.
é pq virou uma guerra de: quem leu mais o conteúdo, quem lembra de mais história, quem se preocupa mais com um aspecto específico de um governo, quem sabe mais urucas dos dois candidatos, sendo que o conteúdo eminentemente político é francamente minimizado à uma indiferença discursiva (desculpa) totalmente reducionista, comparatista e revanchista (desculpa) e com apelo retórico na mais articulista das possibilidades (desculpa desculpa desculpa). tudo isso como desclupa para (me retrato com o desleixo) falar pra caralho.
(como eu)
#décio15 #aílma 43

gente tá chovemdo mil litros (n sei contar)

pra falar de dia da criança, adorava as palavras pluvial e fluvial e tudo que tivesse a ver com chuvia
agora são 12:22 (torcendo pra que fosse 4) e eu preciso atravessar uma tempestade até a zona sul.
é engrassado pq
minha casa e meu trabalho ficam ambos meio que numa rua paralela à costa do guaibão
que tá bem molhado
e de lá pra cá vem um vento
que é uma pena eu n poder fotografar
a curva do vento pela chuva
bem pluvial, assim.
bem fluvial.

antes caiu um raio e com ele a internet,
assunto de que falo bastante em aula, até! , ! , ! , ! , ! , ! , ! , ! , ! (klapauscius) , ! , ! , ! , ! (na vida) ,


vai cair o mundo em porto alegre.

adeus!

22.8.14

staaaaaaay dont u goooooooooo

heeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeey




vamos começar pelo fto de q é uma woooorkstation, where u staaaaay workin.

mais cedo hj pensei se escrever é fuçar corretamente, a vida tb deve ser chafurdada de um modo a rigor no minimo vantajoso.
digitar com uma mao por exemplo assim,
n é

n sei oq vc tm q fazer agr,  mas que tarde de sol brutalmente linda.
esse ano estou afim de feira do livro como estive em 2007 ou 2008, com sol, gente linda, livros legais e tempo para lê-los.
estou feliz pq o sol já veio.

agora tipo, se eu botar uma hashtag e escrever bermuda
a internet vai se encarregar de agrupar um nicho de pessoas interessada no assunto bermuda por qualquer motivo
?
sensacional, when it comes to advantage of life
mas daí kd advantage
#duckface


*

vou ligar meu teclado um pouco,
pq já liguei o woooookstation
#reaper

*





21.8.14

RECTANGOLO/VARIOS

i write about it because i want to think about it

what is the source of the empiric desire of sitting on a chair and breaking into getting the records, perhaps cheap ones, of a colunar line of reasoning through

i don't know, u tell me

não tem nada aqui que eu n queira ver. td q me acerca me faz crer q escrever é ser daí ter e viver, tudojunto miSTURado  rrrssssssssssssssssssss

getting shit described

meu apartamento é bem retangular. preciso de um texto retangular para retratá-lo em todo seu ar de apartamento retagular geométrificado
sem ter de apelar
pra um formato de texto
visualmente retangular
como se isso fosse demonstrante de um todo de restante de coisa que se falar pra linha chegar até lá.


minimalismo situacional
duas vozes e só,  é td q vc precisa
e mais quer (e + qr)
minimalismo musical
e textual
e poético
e verbal

tá um frio cortante que não planejei sentir. minha gata encanta-se com a rua
louca do catnip
sqn
<3 p="">(eu q to)

--
que loucura, meos amigos que sabem disso aqui, desse lugar agora alvo, outrora negro
meu blog sempre foi assunto de si mesmo, retroalimentar
numa época que nem se falava em feed ainda
exceto senão aqui no link laranja que poucos ousaram clicar
ele tá velho
and so am i
a única coisa que sei fazer aqui é trocar a cor do fundo
nem remover o layout (é esse o nome) eu sei
hahaha ):
esse era novo layout


--

me rendi um pouco pra coisas
uma delas foi listar

aqui  uma lista que, com propósitos amabilíssimos, chamei carinhosamente de rvb list

aliás que coisa dos deuses é o spotify, descobri isso, isso e chet faker


--

missão vegets antes de ir pro cemits: hoje comi brócolis, alface, cenoura e milho
semana passada comi uns brotinhos lá com cenoura hmmmmmmm DILIÇA
(q legal ne)

--

outra lista que vai rolar é a seguints, o nome dela assim, acho que vi uns films worths mentions

desde o começo do ano foram aproximadamente 15. HAHAHAHA
vou escolher 3 muito afudês pra vc ver se viu antes de n se pilhar

the great beauty booooooooooooooooom
the bling ring boooooooom boooooooom
glück LIMDOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

--

 (yaaaaaaaay!!! :D))))): !!!!

8.7.14

afffffffff

houve uma época em que eu seria
um grande homem de que me orgulhasse
que agradaria àquele que olhasse
os golpes fortes e palavras justas
as gentilezas e as constantes lutas
as resistências a todo adverso
resumiria tudo num só verso
e ataria tudo num só nó

mas o verso desatou caetano
e fez-se poesia  noutro plano
indignou-se o homem que eu seria
me disse coisas que eu jamais diria
num golpe bravo feriu-me o rosto
cruzou os braços em franco desgosto
calou-se todo e transformou-se em pó

28.6.14

pior é que se pá existe um cosmos
existe um ente que se enxerga lido
uma vida que se vê vivida
um texto chato metendo em você.













agora eu tenho uma tv e adivinha o que ela faz
mostra o facebook babak





















engraçado que na hora de escrever é fonte de bloco de notas
na hora de publicar é todo um bibibi

tô revoltado hoje











vamos ver onde estamos
agora são meia noite e trinta e seis
tenho que sair da cama daqui 7 horas
nesse meio tempo tenho que preparar uma aula

embora agora eu só queira saber de tocar esse lindo emulador da korg sonho de criança aqui no meu querido tecladinho vermelho






então tchaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaau to quase de férias n sei se vou ter mas acaba logo semestre engraçado pq as pessoas q n trabalham com AULA n sabem o que é viver a angústia semestral pro resto da vida adquirida